Arquivo da tag: tumblr

POR QUE O TUMBLR É MAIS LEGAL

Você tem Tumblr? Não? Vish! Não sabe o que está perdendo. Olha aí algumas razões pelas quais você deveria correr pra lá.

Tags

Descobrir coisas do seu interesse no Tumblr é mais fácil. É só você navegar pelas tags e vai dar de cara com zilhões de blogs e pessoas falando das coisas que você gosta. Exemplo: gosta de The Walking Dead (que nem eu)? Dá uma olhada na tag the-walking-dead e veja o que acontece.

Para entrar nas tags é fácil. Digite http://www.tumblr.com/tagged/o-que-você-quer-descobrir

Fandoms

Fandoms = grupo de fãs com um objeto de admiração em comum.

Se você é muito fã de alguma série, programa de tv ou ator, o Tumblr é obrigatório!

As piadas internas, as novidades que não saem na imprensa, as discussões, as amizades… assim que você entrar em algum fandom, você vai entender. Tem fandom para todos os gostos: do Tom Hiddleston, do Doctor Who, do Dexter, da pia, da casa …

Companheirismo entre os fandoms

Ai de quem insultar um fandom! Todos os outros caem em cima.

Fandoms

O companheirismo também aparece nas épocas ruins, por exemplo, quando alguém do fandom fica doente, algum ator sai do programa ou o a série entra na sua última temporada. São milhares e milhares de mensagens de apoio. É bonitinho ver, sabe?

Fanfics e piadas

O Tumblr está cheio de montagens e historinhas criadas pelos fãs (alôu, apaixonados por fanfics!!!)

Vejamos um exemplo com um dos fandoms mais ativos, os fãs de Supernatural. Alguém resolve postar uma foto super chamativa em seu blog com os dizeres “Proibido caçar no cemitério”:

Proibido caçar no cemitério

Logo depois um fã de Supernatural posta isso citando a imagem anterior:

Supernatural
Ui, não pode caçar no cemitério! LOL

Quer a prova? Aí ó! Ainda nesse fandom, já ouviu falar no Mishapocalypse? Os fãs começam a postar sem parar sobre todo tipo de assunto, sobre toda séries, em toda tag, sempre incluindo a cara do ator Misha Collins em algum lugar da postagem.

Mishapocalypse

Aliás, muita coisa que você vê no 9gag surgiu no Tumblr. Quem mais além dos fãs die-hard poderia criar as sacadas mais geniais e engraçadas sobre os programas de tv mais populares?

Mensagem de boas vindas (We become Kevin Bacon)

Como o Tumblr é dominado por fandoms, fizeram a imagem abaixo e ela tem rodado pelo sites milhares de vezes (mais de 100 mil reblogs até agora).

Fandoms Welcome

Como não poderia ser diferente, alguém percebeu que a montagem (com a testa de Harry Potter, os olhos de Castiel [Supernatural], a nariz de  Sherlock Holmes, a boca de Loki [Thor, Vingadores] e a gravata do Doutor [Doctor Who]) ficou parecida com um certo ator, reblogou com a resposta seguinte: “When we come together, we become Kevin Bacon” (“Quando nos reunimos, somos o Kevin Bacon”).

Olha aqui um dos reblogs.

Homens do Tumblr

O blog The Men of Tumblr reúne uma das melhores tags! Sem exagero. [A tag é men-of-tumblr, mas entrando no blog você evita posts spam que não tem nada a ver!] Os rapazes começam a falar de alguma assunto aleatório e ilustram suas postagens com fotos deles mesmos interpretando o assunto.

Exemplo: sabe quando a aparece um tutorial tosco de alguma blogueira de moda? Então… o Tumbr não tem uma Blogueira Shame, mas os homens do Tumblr também não deixam passar batido.

Expectativa:

Men of Tumblr

Realidade:

Fala sério, nada demais!
Fala sério, nada demais!
Ah, meu Deus!
Ah, meu Deus!
Que vergonha!
Que vergonha!

Tumblr Staff

A própria administração do Tumblr entra na brincadeira. De vez em quando surge um anúncio louco do tipo “coloque seu nome real na URL do seu tumblr ou vai perder sua conta” e todo mundo acha que é algum bocó tentando ser esperto e zoar com todo mundo. Daí olham a fonte da mensagem e está lá STAFF. São minutos de histeria seguidos de gargalhadas e comentários do tipo “se meu nome for muito comum e houver mais mil pessoas com o nome igual, o que faço?” com uma resposta logo abaixo do tipo “você vai ter que lutar até a morte por seu nome: “The Hunger Namer Games” ou “Game of Thrones Names”.

ALETORIEDADES SOBRE VIAGENS E UM TUMBLR BEM LEGAL

Ontem eu conheci o It Pobrinha. É um Tumblr da Jana Rosa, Fernanda Tedde e Olivia Rambelli com dicas de viagens “alternativas”. Por “alternativa” entenda “baratinhas”. Achei o máximo! Sabe por quê?

Na minha opinião, viagem é experiência e não aquele combo restaurante chique + compras + banheira de hotel. Para falar a verdade, essa de viajar só pra gastar é muita pobreza de espírito. Parece que a pessoa está querendo esfregar na cara da sociedade o quanto ela é abastada, chique e… it. A propósito, “it” já era! Que ano é esse? Besteira danada. O legal mesmo é aproveitar ao máximo a experiência em si, o aprendizado que a viagem proporciona, as histórias que você vai contar pros amigos depois e de preferência sem gastar muito. Afinal, voltando para casa vai ter um monte de contas para pagar e convenhamos: são poucas as pessoas realmente ricas nesse país. Então, bora viajar sem ilusão, tá?

Com isso, eu resolvi escrever sobre algumas coisinhas que raramente são faladas em posts com dicas de viagem. Geralmente, a gente encontra dicas de lugares para fazer compras (viajar só para fazer compras é muito sacoleira-spirit), atrações turísticas para visitar (que todo mundo já ouviu falar e não tem novidade nenhuma) e restaurantes chiquérrimos (que a maioria dos leitores não vai poder pagar).

Por exemplo, quantos bloggers indicam usar transporte público? E hospedagem em hostel?

Só os mais “alternativos” mesmo… Imagina se todo blogger fizesse um guia tipo esse aqui!

Acabei de lembrar de uma coisa. Uma amiga minha, cujas amigas tem lá seus 40 ou 50 anos e já são financeiramente bem sucedidas, comentou uma vez que essas amigas se recusam a pegar metrô em São Paulo, mas que em Londres acham o máximo da praticidade. Oi? Nem me venha falar que em Londres o metrô é muito melhor porque em cidade grande é sempre lotado, chato, demorado, com gente mal educada, etc. Pode ser mais seguro, organizado, ou ter mais opções de paradas e coisas assim, mas também não é essa coca-cola toda. Só porque está na gringa vai falar que lá é tudo melhor? Já viu como é o metrô no horário de pico em Tóquio?

Hospedagem barata: foi-se o tempo em que hostel era sujo, com gente esquisita ou perigoso. Ainda existem alguns assim (é verdade!), mas muitos já melhoraram e muitos outros foram abertos pensando não só em oferecer preços baixos, mas também conforto. Hostel tem quarto coletivo (4, 5, 10 ou 15 pessoas no mesmo quarto), quarto para casal (um pouquinho mais caro que os quartos coletivos) ou reserva especial para grupos. Um site legal para descobrir hostels pelo Brasil é o da Hosteling International. Vai lá, procura o hostel na cidade que pretende visitar e depois procura no Mochileiros as opiniões de quem já visitou. Assim, você vai com mais segurança, sabendo o que te espera no destino.

Se não quiser ficar em hostel, também existem hotéis baratinhos. Uma coisa que eu faço e funciona é a seguinte: quando eu viajo, quero ficar hospedada num determinado bairro da cidade. Vou no Google Maps, marco um lugar mais ou menos no meio daquele bairro e uso a opção “Nesta área, pesquisar por”. A gente sempre acha vários hotéis por perto e, com o nome de cada um, joga no Google procurando por referências, comentários de hóspedes, reclamações, etc. Foi numa dessas que encontrei o Hotel Koten em Buenos Aires e a Pousada dos Franceses em São Paulo.

Compras: ok, tudo bem, comprar é legal. Se o preço for mais baixo que no Brasil, melhor ainda. Mas faça-me o favor de comprar algo típico para você montar uma “galeria de viagem”. No mais, se quiser comprar roupas ou outras coisas além de souvenires-que-só-se-encontra-em-feiras, tem outlet para tudo que é lado. Uma opção de site para pesquisar outlets no exterior é o Premium Outlets.

No mais, procure sempre por atrativos que te interessem e não o que esta ou aquela pessoa falou. É claro que saber das experiências de outras pessoas é sempre bom, mas cada pessoa é diferente e pode acabar se decepcionando com aquela “atração incrível que fulana amou e recomendou pra todo mundo”.

OS DESENHOS DA ABIGAIL LARSON

Ontem eu estava procurando umas imagens para inspirar um layout novo que preciso criar e, usando palavras-chave como vintage e pintura aquarela, acabei caindo no Tumblr da Abigail Larson.

Logo de cara me deparei com uma ilustração inspirada em um dos contos do Edgar Allan Poe (o homem de bigode aí do desenho). Desde sempre ele é meu autor favorito (desde criança, sério!) e se você não sabe quem ele foi, nem leu nada dele, você simplesmente não sabe o que é um romance. Tire o atraso AGORA!

Foi paixão arrebatadora à primeira vista. Já fucei o tumblr inteiro, site oficial, ilustrações publicadas em revistas, etc. O trabalho dela é lindo e me traz cada lembrança boa. Ai ai… As versões dela para os personagens de Harry Potter também são incríveis.

Bom, eu acho que quem gosta de magia e fantasia vai adorar. E quem é fã do Tim Burton também! (Alô, MariMoon!)

Mas agora falando da Abigail, quando criança, ela queria ser cantora de ópera ou trabalhar no circo. Ela começou a pintar com aquarela e mais tarde se interessou por pintura digital, que acabou virando seu trabalho principal. E ela é fanática pela Família Addams!

As ilustrações dela já saíram em revistas como Ink e Third Eye Game, em exposições como no Museu Poe (dedicado ao autor e que eu sonho em visitar!!!! *.*) e no Museu Americano de Ilustração.

xoxo