Arquivo da tag: MIchael Jackson

UM RETRATO INCRÍVEL FEITO APENAS COM OBJETOS

O artista francês Bernard Pras fez uma série de ilustrações sem desenhar nada. Digo, ele fez vários retratos sem desenhar nem fotografar. Digo… Ah, olha aí a foto! 😀

Sotigui Kouyate por Bernard Pras

Conseguiu entender? O retrato aí acima (do ator Sotigui Kouyaté) foi feito com um monte de objetos (roupas, galhos, latas, ferro velho, Vik Muniz style) planejadamente dispostos para formar a imagem. E só dá para vê-lo assim de um determinado ângulo. Olha no vídeo abaixo como o Bernard (e seus ajudantes) organiza a coisa toda:

Montagem

Como se não fosse incrível o bastante um, ele ainda fez vários outros trabalhos do tipo, dentre eles um Pinóquio, uma Branca de Neve e um Michael Jackson.

Pinóquio de Bernard Pras

Branca de Neve de Bernard Pras

Michael Jackson por Bernard Pras

Bernard Pras Gif

U-A-U

MÚSICA DE METRÔ

Não, não é a versão underground de música de elevador (Nossa, que piadinha cretina! #implorandoperdão). Eu estava ouvindo Fast As You Can da Fiona Apple e lembrei que uma parte do clipe foi gravada num metrô.

Daí, como uma coisa leva a outra, lembrei de Thank You da Alanis Morissette que também tem uma cena dentro de um vagão.

E de repente comecei uma lista de clipes no metrô! Continuemos:

Guns N’ Roses – The Garden

Macy Gray – I Try

Michael Jackson – Bad

Lady Gaga – Love Game

Savage Garden – I Knew I Loved You

Muse – Madness

CLIPES EM PRETO E BRANCO

Eu — embasbacada pela lindeza deste layout novo todo em preto, branco e cinza (ok ok, os links são azuis) — pensei em fazer uma listinha de clipes de acordo. Nessa lista, não me preocupei em ficar presa em apenas um estilo de música. Veio tudo que lembrei e achei bonito.

Garbage – Why do you love me

Michael Jackson ft. Janet Jackson – Scream

Amy Winehouse – Back To Black

Christina Aguilera – The Voice Within (Uau, quem lembrava desse levanta a mão!)

Evanescence – My Immortal

Não por estilo, mas por falta de recursos da época (haha!), os Beatles também têm vídeo em preto e branco: The Beatles – I Want To Hold Your Hand. Torça para que o vídeo fique online pois isso é raro!

Dentre as minhas bandas favoritas, tem: Nine Inch Nails – Survivalism

E a mais favorita de todas: Guns N’ Roses – Yesterdays (O único vídeo que encontrei está com legenda, mas aqui dá pra ver o original.)

É claro que tem mais, muito mais. A Beyoncé, por exemplo, parece gostar de clipes em preto e branco. Que eu me lembre, tem o If I were a boy e Single Ladies. Madonna tem Vogue. A Avril Lavigne tem Smile e a Pitty tem Déjà Vu, mas mas esses têm partes coloridas. Eu sei que o clipe do Garbage também tem, mas eu gosto mais do Garbage do que da Avril ou da Pitty (chatíssima!). 🙂

REI NUNCA PERDE A MAJESTADE

Então, estou aqui para indicar musiquinha pra vocês!! ÊêêÊÊ!

Mas se você é do tipo que quer saber de coisas novas, obscuras, underground, diferentes, meus posts, dificilmente, serão para você.

Eu sou a pessoa que vai indicar o óbvio. Aquilo que está nas listas de “1000 albuns/músicas que você deve ouvir antes de morrer”. O que tudo mundo sabe (ou deveria saber) que é bom. Muitos de vocês vão ler meus posts e vão pensar “Dãaãã! Quem nunca escutou isso?? Pelamor, né?”. Pois me dói o coração dizer que muita gente nem conhece.

As crianças hoje em dia são expostas a umas coisas, digamos, um tanto duvidosas e acham que aquilo é o que há de melhor no mundo. Pois venho, por meio destes humildes posts, tentar converter um pouco essa situação.

Então, nada melhor do que fazer isso com o álbum mais vendido de todos os tempos ever!  Thriller.

Tan-taaan tan tan tan tan! *Se você já escutou a música, você leu isso no ritmo. HA! *

Thriller é de 1982 e desse moço FODA chamado Michael Jackson. Simplesmente o artista mais fantástico a viver nesse planeta, REI do pop *pontofinal*. O álbum ganhou oito, OITO grammys e oito American Music Awards (na época em que isso ainda significava algo) e já vendeu mais 65 MILHÕES de cópias no mundo todo.

As músicas:

1. Wanna Be Startin’ Somethin’ 6:03
2. Baby Be Mine 4:20
3. The Girl is Mine 3:42
4. Thriller 5:57
5. Beat It 4:18
6. Billie Jean 4:54
7. Human Nature 4:06
8. P.Y.T (Pretty Young Thing) 3:59
9. The Lady in My Life 5:00

Quais você deve pular? NENHUMA!

O CD é bom do começo ao fim sem exceção. É daqueles pra pôr e ficar longe do som. Porque tem uns CDs que você põe e pensa “ai, tenho que ir lá pular a música X e depois a Y”. Esse não.

Não sou nenhuma expert em música pra fazer uma análise detalhada do CD, mas vou falar umas coisinhas de cada música:

Wanna be Startin’ Something é uma musiquinha bem funk (por favor, funk BOM, não é funk proibidão nem similares). Se você escuta Rihanna, o “mama se mama sa mama coo sa” que tem em “Please Don’t Stop The Music” veio daqui, OK?

Baby Be Mine é um pop bonitinho. XD

The Girl is Mine é um dueto com Paul McCartney.  Os dois ficam “brigando” pela mulher amada. É uma balada bem legal.

Thriller é a música que tem o clipe mais FODA de todos os tempos. Tem 15 min, é um curta metragem mesmo, e na época foi revolucionáááário. Já ouvi entrevistas de artistas que disseram que mataram aula no dia que estreou na MTV só para assistirem: não tinha Youtube na época!  Acho que é a coreografia mais conhecida ever.

Tia Deb com seis anos assistindo esse video = não dormiu por umas noites. E depois não podia escutar essa musiquinha porque lembrava e ficava com medo. XD

QUEM mais nesse mundo consegue fazer uma coreografia para zumbis que faz a gente querer dançar junto e não cair na gargalhada?? QUEM?? QUEM?? Isso mesmo, ninguém.

Beat it é um roquizinho muito massa. Também tem um vídeo e coreografia memoráveis. Michael Jackson faz gangues pararem de brigar e se unirem na dança. \o/ Aliás, gravou o clipe com membros de gangues de verdade! Essa música é do MICHAEL JACKSON e NÃO do Fall Out Boy (tenho amigas que pensam o contrário).

Billie Jean tem um dos baixos mais reconhecíveis da face terrestre. Acho que só compete com Under Pressure, do Queen (assunto para post futuro). E o Michael Jackson metido (mentira, ele era um amor) falou que estava de boa, dirigindo lá pela Hollywood Boulevard, se não me engano, e o ritmo do baixo simplesmente veio a ele. Apareceu na cabeça! Nem que eu sentasse e pensasse mil anos eu ia pensar numa coisa tão incrível, mas tão simples ao mesmo tempo!!! Acho que essa é a diferença entre pessoas talentosas e pessoas comuns.

Human Nature também uma baladinha. Momento do show em que Mike dava uma paradinha. E ficava lá, fazendo nada. E TODO MUNDO gritando. Você sabe que a pessoa tem poder quando gritam enquanto ele está parado, na dele.

Ah é, rolava uns beat box também. Isso que é talento. Quando eu for indicar um outro CD, dele você vai ver uma música em que a base TODA é beat box dele… e parece que é um baixo, mas nem é.

P.Y.T é bem funkzinho também. Não consigo ficar parada de jeito nenhum.

The Lady in My Life é a música que ele escreveu pra mim (Mentira!). É uma balada LYNDA, letra magavilhosa e Michael mostra várias faces de sua voz… vai láaaa embaixo e vai lá em cima também. Acho bem legal as “descidas” que ele dá.

Então crianças, espero que vocês curtam o mesmo tanto que eu curto. Qualquer loja que preste tem esse CD à venda e nem está caro. Por volta de 15 reais. Sejam felizes com ele!

Tem o Thriller 25, que comemora os 25 anos do álbum. Tem essas músicas todas normais, e aí tem uma segunda parte com elas modificadas por artistas atuais (Fergie, Will. I. Am, etc). EU não recomendo, mas eu sou muito conservadora quando o assunto é música. Os outros artistas tiveram a permissão e colaboração do MJ nessas versões, então não devem ser tãaao ruins quanto acho…

Até a próxima.