Arquivo da tag: Japão

CONHECE O SERVIÇO DE ENTREGAS DE KIKI? VEM VER!

Sabe aqueles filmes que você descobre por acaso, assiste por não ter nada melhor para fazer e no final você está tendo ataques de fofolite aguda galopante? Pois é, meu caso com esse filme! Aliás, todo filme japonês que vejo é isso… eu e meu amor pelos japoneses. ~~heart heart~~

Kiki's Delivery Service

Kiki’s Delivery Service é de 1989 (baseado no livro de 1985) e conta a história da menina Kiki. Ela tem 13 anos, é uma bruxa (assim como sua mãe) e está perto de iniciar seu treinamento para se tornar uma grande bruxa. Para isso, ela tem que partir e encontrar uma cidade em que não haja uma bruxa residente, se instalar por lá e descobrir e desenvolver suas habilidades mágicas. Um belo dia, Kiki está ouvindo rádio e a previsão do tempo diz que a noite de lua cheia será clara e perfeita. Aí ela decide: tá na hora de ir!

Mas Kiki não parte em sua aventura sozinha. Seu fiel escudeiro Jiji, um gato preto falante (hello, ela é uma bruxa!), vai com ela, para auxiliá-la, aconselhá-la e se meter em confusões com ela! Olhem a cara desse gato e me falem como não amar!!!

Jiji

Durante sua estada na cidade, Kiki enfrenta várias dificuldades para de adaptar. Além de uma bruxa, ela é uma adolescente descobrindo o mundo. Tem como ser mais problemático? Junta mudar para uma cidade nova, arrumar um trabalho, ser bruxa AND conhecer garotos… elaiá! Tadinha da Kiki!

O filme é lindo! Para quem gosta de clássicos Disney, é obrigatório assistir.

O design, as cores, a vibração do filme inteiro são marcantes, coisa de fazer os olhos brilharem de emoção e fofolite! Os detalhes do filme são fantásticos: enquanto a Kiki está batendo perna na rua, tem uma criança fazendo birra com o pai no fundo, ou quando ela está correndo, ela da uma tropeçada e levanta apressada pra voltar a correr, ou as diferenças de luz entre sol e sombra… Ai, é tudo lindo! Tem mais, mas não tem graça de se contar tudo, né?

Curiosidades:
1) a versão em inglês tem dublagem da Kirsten Dunst (como Kiki) e do Matthew Lawrence (que dubla o Tombo, amiguinho da Kiki).
2) eu conheci o filme por meio da música tema que a banda Scandal tocou ao vivo num festival de 2010.

A música se chama Rouge no Dengon e é tão, mas TÃO lindinha-fofinha-divertida e ainda toca numa cena tão legal. Quase pulei na hora que começou! haha Super dramática eu, né? Fica o recado: façam mais músicas assim, poxa!!!

Depois de assistir ao filme, eu quis:

– Me mudar para a cidade que Kiki escolheu para seu treinamento;
– Adotar um gato preto falante (vontade cristalizada desde que conheci Salem em Sabrina, a aprendiz de Feiticeira);
– Ter um amigo inventor como o que ela encontra (sem mais spoilers, prometo!).

Não acabou ainda! Um remake live action do filme que foi lançado esse ano no Japão. #PRONTOMORRI #CadêOndeTem Saquem o trailer e venham ter infartinho comigo!

Sim, é em japonês. Mas tem legenda em inglês. 🙂

PS: Não achei pra vender no Brasil, mas na Amazon tem tudo, até pelúcia do Jiji.

 Se eu não voltar é porque morri de fofolite.

RESTAURANTE DAS MARAVILHAS

Não, não é um restaurante das funkeiras do Bonde das Maravilhas! Dá um tempo! Na verdade, é do País das Maravilhas, mas se eu falasse logo de cara não ia ficar divertido. tehehe

Então, uma amiga minha compartilhou no Face a decoração de um restaurante lá do Japão tematizado no País das Maravilhas (aqueeeele, da Alice, lembra?). Eu entrei no link só para dar uma olhadinha e quando vi já tinha passado mais de uma hora.

Alice's Fantasy Restaurant - filial Shibuya

A Fantastic Design Works é uma empresa de design (duh!) incrível e projetou os espaços de uma rede de restaurantes toda inspirada na obra de Lewis Carrol. Gente, são 6 restaurantes. SEIS! 1 2 3 4 5 6 Até os nomes são legais: Alice in a labyrinth, Alice in fantasy land, Alice in fantasy book, Alice in magical land, Alice in an old Castle e Alice in a dancing land (considere que essas são as traduções dos nomes originais para o inglês, tá?).

Todos os projetos da empresa são maravilhosos, vale a pena visitar o site.  Ai meu Deus, me leva pra lá!!!!

Eu pesquisei mais informações sobre os restaurantes Alice’s Fantasy, mas vou avisando que só achei em fontes secundárias (e é muito possível que eu tenha errado alguma referências aí) pois, esta que vos digita não fala japonês e não confia nas traduções do Google. muah/

Da decoração das paredes até o layout do cardápio (que eu li que é um livro pop-up mas não encontrei nenhuma foto :(), tudo é inspirado no mundo de Alice nos mínimos detalhes. Algumas unidades têm mesas em formato de coração (alô, rainha de Copas), outras ficam escondidas atrás de cercas vivas, as garçonetes usam vestidinhos azuis com avental, paredes cobertas por páginas gigantes do livro, mesas em forma de xícara, e por aí vai.

Filial Shinjukunishi (fotos da Fantastic) – as fotos abaixo aumentam! Um pouco, mas aumentam.

Filial Shibuya (fotos da Fantastic) – E as mesas dentro desse “carrossel”?!?

Filial Ikebukuro (fotos da Fantastic)

Filial de Shinjuku (fotos do Japan Tourist)

Filial Ginza (fotos Japan Tourist).

Tinha que ser no Japão!

*mudando para o Japão*

ILHA DOS GATOS

Lembram da ilha dominada por coelhos da qual falei neste post. Que tal agora uma dominada por gatos? Tinha que ser no Japão! A província de Fukuoka fica na ilha Kyushu e é dominada pelos gatEnhos. Os moradores locais alimentam os bichanos enquanto eles passeiam livremente pelas ruas.

pensativo

O fotógrafo registrando tudo é o Fubirai. No blog dele tem um monte… UM MONTE de fotos.

UMA ILHA HABITADA POR COELHOS

Ōkunoshima

Ōkunoshima é uma pequena ilha no Japão. Tem áreas para acampamento, trilhas para caminhada e locais de interesse histórico na ilha. Apesar de muito pequena, a ilha desempenhou um papel fundamental durante a Segunda Guerra Mundial como uma fábrica de gás venenoso. Hoje existe um museu dedicado ao tema, inaugurado em 1988 com o fim de alertar às pessoas quanto ao perigo representado pelo gás venenoso.

Daí você pensa “Aham, agora o blog vai pagar de aula de história?”. Acontece que Ōkunoshima costuma ser chamada também de Usagi Shima, que significa algo como “Ilha dos Coelhos”. Existem muitos coelhos vivendo na ilha, a maioria acostumada à presença humana. *.*

Ōkunoshima

Algumas fontes dizem que se tratam de coelhos selvagens. Mas a explicação é que os coelhos eram cobaias de laboratório (por causa da fábrica de gás venenoso), que foram soltas depois da ocupação das Forças Aliadas. Apesar da existência de um museu tã importante, os coelhos continuam sendo a atração principal da ilha. Por que será? XD

Ainda assim, só de saber o motivo pelo qual aqueles coelhinhos fofinhos estão ali, já dá para aprender um bocado sobre história.

Se liga no vídeo:

Foto do coelho: GetHiroshima Outras: Wikipedia