Arquivo da tag: compras

COMPRANDO NA ABEBOOKS (LIVRARIA VIRTUAL)

No final do ano passado eu estava doida atrás de uns livros que não vendem por aqui no Brasil e tive que encomendar de fora. Eu comprei pela Abebooks e resolvi escrever o post com algumas informações básicas para quem estiver interessado e ainda não conhecer a loja.

A Abebooks funciona como um intermediário entre o consumidor e diversas livrarias ao redor do mundo (principalmente dos EUA e Reino Unido). Você compra pelo site e ela encaminha o pedido para o fornecedor que envia o produto direto para você.

Sendo assim, se você fizer encomendar 2 ou mais livros, cada um provavelmente vai ter um frete diferente, pois podem vir de fornecedores diferentes. Explicando melhor, você compra e paga tudo pela Abebooks, mas cada livro vai sair de um lugar diferente. Para evitar isso, certifique-se de que toda sua compra vem de um mesmo fornecedor e entre em contato com ele antes para acertar o frete único.

A vantagem da Abebooks é oferecer uma quantidade enorme de opções de compra. Dezenas e dezenas de exemplares de lançamentos, best-sellers, livros antigos e raridades, até exemplares autografados eu vi por lá. Os livros novos no site estão com preço de mercado mesmo, já os usados saem por valores bem baixos (vi livro lá por 1 dólar). Cada anúncio de livro usado tem uma descrição sobre o estado de conservação do livro, mas em caso de dúvida, você pode entrar em contato e pedir uma descrição mais detalhada ou fotos do livro.

Formas de pagamento

O site da Abebook só aceita cartão de crédito, mas alguns fornecedores aceitam outras formas de pagamento. Nesse caso, é necessário conferir um por um e optar pelo pagamento direto ao fornecedor. A vantagem de comprar pela Abebooks é que ela possui um programa de proteção ao comprador em caso de problemas com as livrarias.

Reembolso

Um dos livros que encomendei acabou sendo comprado por outra pessoa (ao mesmo tempo ou pouco antes, e o site demorou a atualizar). A livraria me mandou um e-mail informando e cancelou a compra. Não tive problemas com cobrança indevida no cartão, mas se tivesse a própria Abebooks teria feito o reembolso (a proteção ao comprador que falei ali em cima).

Rastreamento

A livraria da qual eu comprei não oferecia opção de envio com rastreamento (na verdade, não encontrei nenhuma que oferecesse). Fiquei mais de um mês no escuro sem saber se o livro estava chegando ou se havia agarrado em alguma agência ou sumido de vez. Entrei em contato com eles, que também não tinham como saber sobre a situação da entrega (não percam seu tempo com os Correios, eles nunca sabem de nada!) e o fornecedor acabou mandando outro exemplar para substituir o que se extraviou. Aliás, gostei demais do atendimento de ambos os fornecedores com que lidei.

Bom, a experiência que eu tive foi ótima. Uma compra cancelada, mas tudo informado direitinho e sem cobrança indevida. O único problema foi com a entrega atrasada que eu me atrevo a acreditar que tem a ver com os Correios aqui no Brasil mesmo (a gente conhece, a gente desconfia).

COMPRANDO ESPAÇO NA MALA ALHEIA

Tá sobrando espaço na bagagem?

Quantas vezes já pedimos para alguém que está com viagem marcada para o exterior comprar alguma coisa lá e trazer? Pelo menos já ouvimos falar de alguém que fez isso. O chileno Sebastian Cussen foi além e fez disso um negócio.

O Can U bring já tem versão em português e funciona assim: uma pessoa vai viajar e está com um espacinho na mala. Ela posta no site o destino da viagem. Alguém que queira comprar algo daquele destino entra em contato para fazer o pedido (digamos, um perfume). Essa pessoa faz o pagamento, que fica bloqueado no PayPal. O viajante vai, compra o produto com o próprio dinheiro, volta e envia o produto para o comprador. Quando o produto chega, o viajante recebe o valor do produto, mais uma comissão.

Logo na página inicial do site tem um depoimento de uma pessoa que ganhou 200 dólares em uma viagem. A ideia é boa, mas a gente sabe que existe o risco de calote. O site dá algumas dicas de segurança para os usuários e disponibiliza um modelo de contrato para oficializar as transações. Particularmente, não acho suficiente. Mas o bloqueio do pagamento via PayPal até a entrega me agrada bastante.

Minha aposta é que vai bombar. Brasileiros têm comprado muito no exterior, principalmente por causa dos preços MUITO atrativos. Sabia que, dependendo do que você quer comprar, fica mais barato pagar as passagens de avião, ir para os EUA, comprar lá e voltar? O próprio dono do site aposta nisso já que, antes mesmo de sair a versão em português, já havia brasileiros utilizando o serviço (principalmente para encomendar produtos da Victoria’s Secret!).

Imagem: Rudy Wicaksono.