Resenha de Anatomia do Mal de Harold Schechter - Darkside Books

Resenha de Serial Killers – Anatomia do Mal

Oi, tudo bem? Eu leio livros sobre psicopatas e você?

Já fazia um tempo que eu estava procurando um livro para aprofundar no assunto (porque a pessoa aqui não é lá muito normal e adora assuntos escabrosos, mas abafa!) e, depois de pesquisar vários, resolvi comprar o Serial Killers – Anatomia do Mal, de Harold Schechter. Preparados para mais uma resenha tosca? Bora lá!

Harold Schechter é uma autoridade mundial no assunto, tem vários livros publicados e esse em específico saiu no Brasil pela “divisão” Crime Scene da editora DarkSide Books (mais sobre ela a seguir, vamos focar no livro agora).

Sinopse capenga

Não é um livro de ficção! Anatomia do Mal é uma introdução para todos os interessados em entender a mente dos psicopatas. O livro explica o quê é o quê, quem é quem, derruba mitos, exibe fatos pouco conhecidos, relata casos reais, faz relações com a cultura pop e o imaginário coletivo. É um livro denso, longo (500 páginas de muito sangue!) e prende o leitor até o fim.

Apesar do assunto ser pesado, o livro não traz fotos chocantes (o que foi um alívio para o meu estômago), mas preciso admitir que algumas passagens são tão terríveis que eu precisei dar um tempo antes de continuar. Espere só até chegar a uma carta escrita por um criminoso para a mãe de umas de suas vítimas! Existe um lugar no inferno especial para esse desgraçado! Grrrrrrrrrrrr

Tradução e apresentação física

Fiquei impressionada com a qualidade da tradução: sem erros, bem adaptada, sem trechos bizarros em que a gente fica tentando imaginar qual era o texto original e o que queria dizer. Aprovado.

O papel usado é daquele meio bege (a ignorante aqui não sabe o nome correto nem a gramatura, mas phodaz!) o que deixa o livro um pouco menos pesado e sem deixar as páginas transparentes. É bão! É o tipo de papel que não se usa em livro infantil porque criança rasga tudo, mas não é um problema para esse livro que é expressamente indicado para maiores de 18 anos. A propósito, pessoas sensíveis devem passar longe!

A editora DarkSide Books se gaba por manter um padrão de qualidade quase psicopata. Onde assina? É a mais pura verdade. A galera lá deve ser doente e eu quero ser amiga deles. #WeirdosUnite

Esse foi o primeiro livro da DarkSide que comprei e já virei fangirl. FUUU! Vou falir!!! Alguém me socorre. Já quero vários outros.

O livro tem capa dura, o design é super bem feito (aprende, Galera Record!!!), a encadernação é de qualidade (é um livro de 500 páginas e isso força muito a costura) e não cedeu até hoje, a diagramação é invejável… não tenho palavras o suficiente para elogiar o trabalho que foi feito para esse lançamento. Sério! Nota 10. Não tem onde botar defeito. Até o marcador de página que vem junto foi pensado: ele imita a faixa amarela que a polícia americana usa para isolar cenas de crime (Crime Scene, sacou?). A gente tem aquele gosto de pegar o livro, de vê-lo na estante…

Sobre a Darkside

A editora é especializada em livros de fantasia e horror, esquisitices e afins. Dei uma geral em vários lançamentos deles e olha, o nível de qualidade é o mesmo em todos os livros que vi. Sabe aquela encadernação insana de linda de A Menina Submersa? Pois é, Darkside que fez. O capa dura sangrenta de O Demonologista? Também. O medo em forma de livro de Exorcismo (que está na minha lista de desejos anormais)? Também foi essa maldita dessa DarkSide.

Apesar de eu não ter recebido um centavo pra puxar o saco, já estou fazendo isso então é melhor não tentar me explicar. É uma relação de amor e ódio com esta editora: amando os livros, odiando o rombo no meu maltratado bolso. Fazer o quê? O negócio é aceitar que dói menos e chorar encolhida debaixo do chuveiro. Cadê minha carteirinha do fã-clube?

Onde comprar: comprei no Submarino meses atrás e lá continua mais barato. Mas também tem na Saraiva e na Livraria Cultura. Confira se o valor do frete pra sua região deixa o preço final mais baixo antes de confirmar a compra. Lembre que o blog recebe comissão pelas compras feitas pelos links daqui, ok?

Pra quem gosta do assunto, a própria editora tem outros livros semelhantes, além dos clássicos da brasileira Ilana Casoy: Arquivos Serial Killers: Louco ou Cruel?; Arquivos Serial Killers: Made in Brazil;ou o box dos dois livros com desconto.

 

Anúncios

3 opiniões sobre “Resenha de Serial Killers – Anatomia do Mal”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s