Anexos: romance pra gente grande da Rainbow Rowell

Olha eu aí lendo romance, achando que vou odiar e pagando língua depois de mais de 300 páginas. Pois é… É a vida!

Existem dois tipos de livro que eu não gosto: coleção de crônicas e romance. Já encontrei exceção para as crônicas, agora foi a vez dos romances. Então vamos lá! O que é Anexos, livro da Rainbow Rowell que saiu esse mês no Brasil?

Beth e Jennifer trabalham num mesmo jornal, mas em seções diferentes. Por isso, elas se comunicam por seus e-mails de trabalho. Seus relacionamentos, experiência de vida, opiniões e tudo mais vão e voltam em diversas mensagens durante o expediente. O problema é que tem mais alguém lendo suas mensagens. Não é segredo para ninguém lá no jornal que existe um funcionário com a função específica de detectar e-mails que não sejam relacionados ao trabalho e mandar advertências para os tagarelas. Mas Lincoln nunca mandou um advertência para as duas amigas! As mensagens delas são interessantes demais…

Se eu contar mais vira spoiler!

Eu estou com esse livro faz um bom tempo aqui (a versão importada), mas deixei de lado por um tempo porque bateu a preguiça de ler romance. Mas aí o livro saiu no Brasil e… Pá, agora eu vou ler!

Mas como assim que eu fui gostar logo de um romance? Acho melhor explicar porque eu não gosto de romances primeiro: sabe quando a garota conhece o garoto, eles se apaixonam perdidamente, vários obstáculos os impedem de ficar juntos, mas no final o amor vence tudo? Pois é, ODEIO.

MÃS Anexos não é assim! As relações, os diálogos, o processo conhece-apaixona-tenta-ficar-junto é todo atrapalhado, desajeitado, mas não de um jeito fofo e engraçadinho. Às vezes é embaraçoso, às vezes complicado… muito parecido com a vida real e nada a ver com comédias românticas.

Eu vi vários comentários sobre o diálogo e uma ou outra passagem do texto serem muito engraçados e tal, mas a verdade é que eu não achei exatamente engraçado. Eu chamaria de irônico ou sarcástico, mas não deixa de ser um leitura leve. Os capítulos são curtinhos, mas são MUITOS capítulos. O resultado disso é que você lê um capítulo, ele acaba rapidinho, daí você decide ler “só mais um” e quando vê já devorou metade do livro.

Coisas que mais gostei em Anexos:

♥ Romance sem mimimi de amor à primeira vista: Sério, gente! Que tédio isso. Felizmente, Anexos não cai nesse clichê.
♥ Personagens bem desenvolvidos: A maioria pelo menos. Os personagens não aparecem só como acessório na história, eles têm passado, personalidade e influenciam bastante na jornada dos protagonistas.
♥ Personagens reais: Até dói o quanto você consegue lembrar das pessoas que você conhece! Ainda não sei se eu deveria achar graça ou me lamentar por isso. XD
♥ A história sai bastante do modelo tradicional de romance e você fica sem saber como que vai acabar: Fica aquela sensação “E aí, vai ter final feliz?”.

Attachments by Rainbow Rowell

Para quem não sabe, Anexos foi o primeiro livro publicado da Rowell (em 2011!) e, por isso, o preço da edição importada tende a estar mais baixo do que da edição traduzida.

Em inglês: tem na Saraiva. Tem na Livraria Cultura também (aqui e aqui), mas achei caro!
Em português, o livro saiu pela Novo Século e tem: na Saraiva, na Livraria da Folha e na Livraria Cultura.
Dica: antes de fechar a compra, compare a diferença no valor do frete e confira se o total fica realmente mais baixo. Às vezes, o livro está mais barato num lugar, mas o frete está alto e deixa a compra toda mais cara no final.

Os links acima geram comissão para o blog, okay? ;) Você pode procurar por conta própria. Joga no buscador
>> Rainbow Rowell Anexos <<
e seja feliz.

Por que ler faz bem? #LeiaMais

Ai, sabe aquelas pessoas que falam que não têm tempo para ler? #NãoAguento

Como assim não têm tempo para ler? Nem uma horinha antes de dormir? Vocês acham que quem lê todo dia é desocupado, é isso? (Ha, agora chamei pra briga!)

A questão é a seguinte: ler faz bem! Fato. Não é porque você tinha preguiça de ler os livros que a professora de português mandava que agora você vai continuar com esse trauminha besta, vai? Então vem comigo!

Vou enumerar alguns dos muitos motivos pelos quais ler mais deveria ser receitado por médicos vai melhorar sua vida. Você vai querer arrumar um tempinho para ler todo dia!

Ler ajuda a dormir melhor
Muitos especialistas no assunto recomendam tirar alguns minutos antes de tentar dormir para “desligar”. Chegar do trabalho, tomar banho e pular na cama ainda agitado pela correria do dia a dia não é a melhor opção. Ler por alguns minutos ajuda a acalmar mente e corpo. Fica ligado: a luz do celular e do laptop fazem o corpo achar que está na hora de acordar, portanto… desligue!

Ler melhora seu vocabulário e sua escrita
E, consequentemente, ajuda a escrever melhor. Euzinha aqui não sou um exemplo de domínio da Língua Portuguesa, mas estou melhorando. Juro!

Ler diminui o estresse
Sabe quando a gente precisa esquecer da vida para conseguir descansar? Pois é, pega um livro para ajudar. Você começa lendo em casa e quando vê já está em Hogwarts, na Terra Média, e por aí vai.

Ler ajuda a prevenir doenças
Cientistas afirmam que manter o cérebro sempre estimulado ajuda a prevenir doenças como Mal de Alzheimer. O nosso cérebro é o tipo de máquina que precisa estar sempre trabalhando para continuar funcionando direitinho. Fazer isso enquanto se diverte com um livro é bom demais e é verdade sim!

Ler ajuda a melhorar a memória
A cada nova memória, o cérebro cria novas sinapses, que interligam os neurônios e são responsáveis por transmitir estímulos entre eles. Quando você lê, você precisa lembrar quem é cada personagem e qual seu passado para entender a continuação história. Ou seja, numa linguagem bem tosquinha pra respeitar o estilo do blog, você está forçando seus neurônios a enviarem estímulos uns aos outros para lembrar desses detalhes. E quanto mais você fizer isso, melhores serão esses estímulos. Ou seja, melhor sua memória.

Ler aumenta o conhecimento 
Tudo na vida é aprendizado, ainda mais um bom livro. (Nossa, bem coisa de coach vocacional essa afirmação, né? Mas é verdade.) E conhecimento é uma das poucas coisas que ninguém pode tirar de você.

Resumindo tudo com uma frase-hashtag de efeito para gravar na memória: #LeiaMais

Um Boulevard também é saúde! XD

Foto de Paul Bence sob licença Creative Commons.

Quinta Avenida nº 1: Bushnell denunciando a podreira das ricaças de NYC

Quem disse que literatura para mulheres (women’s fiction, chicklit, chame do que quiser porque eu… sei lá, viu!) é necessariamente sem conteúdo, não deve ter lido este livro. De Candace Bushnell (sim, a mesma autora de Sex & the City), Quinta Avenida nº 1 é mais ou menos assim:

O livro retrata as vidas de mulheres que moram num dos prédios mais luxuosos de Nova York (por isso o endereço, sacou? hehe). O número 1 da Quinta Avenida é o palco de várias demonstrações de cobiça, sede de poder, reconhecimento, etc. Resumindo, todo o drama da vida cotidiana num ambiente altamente competitivo!

A história entrelaça as vidas das moradoras do prédio, ora dando destaque a uma, ora a outra. E outras vezes juntando algumas delas numa mesma cena. Às vezes, outros personagens aparecem (vizinhos, maridos, filhos, amantes, assistentes pessoais), mas eles apenas complementam o enredo principal.

Apesar das personagens centrais morarem no mesmo prédio de luxo, as diferenças entre elas são gritantes. Idade, personalidade, sonhos de vida e até o volume da conta bancária distinguem quem é quem na história, quem está por cima, quem está por baixo. Em alguns momentos, o leitor vai ficar incomodado com alguma injustiça, em outro vai comemorar uma vingança merecida, em outros ainda vai ficar se perguntando porque diabos tal personagem fez certa coisa. Além de tudo, eu acho bem possível que você leia o livro e se lembre de pessoas que conheça ou das quais tenha ouvido falar. É bem assim!

Capa da edição brasileira

Várias resenhas por aí elogiam o livro como uma leitura leve, escapista (acho que queriam dizer que é uma leitura não-séria), guilty-pleasure e por aí vai. Mas eu achei o livro muito mais do que isso. Quinta Avenida nº 1 retrata de um jeito bastante visceral várias questões problemáticas da sociedade atual.

Materialismo, preconceito, sexismo, adultério, cobiça, ganância, exibicionismo… a lista de assuntos é extensa, mas Bushnell consegue tratar de tudo com uma linguagem acessível, além de sarcástica e divertida. #GenteQueAmaSarcasmo A narrativa dela tem uma personalidade que diz algo como “somos ricas e lindas, mas olha como somos idiotas”.

É uma leitura para momentos de lazer que consegue colocar o leitor para pensar. Em tempos de blogs expondo a vida pessoal ao máximo, vídeos de comprinhas e ostentação de bolsas importadas, um livro como esse parece real demais para ser apenas ficção.

Eu gostei demais desse livro, mais do que Diários de Carrie e o próprio Sex and the City. Faz bastante tempo que comprei a edição importada (Hello, estava BEM mais barata!) mas não cheguei a resenhar aqui sei lá porquê.

Ficou interessada(o)? Saiba que os preços estão variando muito! Encontrei preços impraticáveis! Sério, tem loja querendo cobrar R$60,00 reais no livro. Como assim? Não paguem isso tudo. É um absurdo!

A edição em português por preços decentes e respeitosos (Sério, 60 reais é quase imoral!), você acha no Submarino e na Fnac. A edição importada continua mais barata e tem no Submarino.

Precisa lembrar que os link acima geram comissão para o blog? Precisa! ;)

Lançamentos de livros em Novembro

E vamos ver quais livros ficaremos desejando até o mês que vem? Tem J.K. Rowling, Lena Dunham, Thalita Rebouças, Nora Roberts, Gayle Forman e mais…

Lançamentos de Novembro parte 1

1- Não sou uma dessas, de Lena Dunham (Intrínseca); 2- O Mundo de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin, Elio M. García Jr. e Linda Antonsson (Leya); 3- Segundo – Eu me chamo Antônio, de Pedro Gabriel (Intrínseca); 4- Cachorros submarinosde Seth Casteel (Intrínseca); 5- Doutor Sono, de Stephen King (Suma das Letras); 6- Somente Sua, de Sylvia Day (Companhia das Letras);  7- Apenas um dia, de Gayle Forman (Novo Conceito); 8- As estranhas e belas mágoas de Ava Lavender, de Leslye Walton (Novo Conceito)

Lançamentos de Novembro parte 2

9- O Livro das Criaturas de Harry Potter, de J.K. Rowling e Warner Bros (Galera); 10- A Escolhida, de Lois Lowry (Arqueiro); 11- A vingança dos sete, de Pittacus Lore (Intrínseca); 12- O presente do meu grande amor: Doze histórias de Natal, vários autores (Intrínseca); 13- Eve e Adam, de Michael Grant (Novo Conceito); 14- 360 dias de sucesso, de Thalita Rebouças (Rocco); 15- Felizes para sempre, de Nora Roberts (Arqueiro); 16- Corra, Alex Cross, de James Patterson (Arqueiro)

Ok, esses foram os 16 lançamentos que eu quis destacar, mas tem mais! Confiram os livros já em pré-venda como Box The Walking Dead, mais livros da J.K. Row… digo, Robert Galbraith, um livro especial da série Seleção de Kiera Cass e outros.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 745 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: